Patos terá o sexto prefeito em menos de três anos

Após a surpreendente renúncia do prefeito interino de Patos, Sales Júnior, ocorrida na tarde desta quinta-feira, (20), um novo quadro Patos chegará ao sexto prefeito em menos de três anos.

A instabilidade política, administrativa e estrutural que vivencia a Capital do Sertão, teve início na manhã do dia 9 de setembro de 2016, quando a então prefeita Francisca Mota, que foi afastada pela operação veiculação, deflagrada pelo Ministério Público da Paraíba-MPPB, e na tarde do mesmo dia, a cidade passou a ser governada de forma interina, pelo então vice-prefeito Lenildo Morais.

Lenildo governou durante 3 meses e 22 dias em 2016, após o ministério Público da Paraíba-MPPB, deflagrar a Operação Veiculação, que afastou a então prefeita Francisca Mota do cargo.

Em janeiro de 2017, quando a cidade imaginava que teria um gestor durante quatro anos, fato pensado após a eleição de Dinaldinho, (PSDB), tivemos outros três períodos administrativos na cidade, abrindo caminho agora para um sexto período diferente, em exatos dois anos, 11 meses e 10 dias.

A contar de 09 de setembro de 2016, Patos já foi governado por Francisca Motta (PMDB), Lenildo Morais (PT), Dinaldo Filho (PSDB), Bonifácio Rocha (PPS) e Sales Júnior (PRB), e será agora governada por um próximo gestor, após ser realizada a eleição, para a presidência da Câmara Municipal, em data a ser marcada. Veja como ocorreu a ordem cronológica dos fatos:

09 de setembro de 2016: Francisca Mota é afastada do cargo, após ser deflagrada a Operação Veiculação. Lenildo Morais assume a Prefeitura de Patos governa Patos por 113 dias, (3 meses e 22 dias).

01 de janeiro de 2017: Dinaldinho assume o mandato de prefeito e permanece no cargo durante 590 dias, (1 ano, um mês e 13 dias).

14 de agosto de 2018: Dinaldinho é afastado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), investigado pela operação "Cidade Luz".

15 de agosto de 2018: Bonifácio Rocha (PPS), é empossado como prefeito interino de Patos, após afastamento de Dinaldinho.

04 de abril de 2019: Bonifácio entrega renuncia ao cargo de prefeito interino de Patos, após 232 dias, ou 7 meses e 19 dias.

05 de abril de 2019: Sales Júnior assume a prefeitura em lugar de Bonifácio Rocha.

20 de agosto de 2019: Após 137 dias, ou (4 meses e 15 dias), Sales Júnior entrega carta renúncia do cargo de presidente da Câmara Municipal de Patos e renuncia também à condição de prefeito interino.

Patosonline.com

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA