FAMUP reúne prefeitos e vereadores em busca da prorrogação dos próprios mandatos

famupparaiba2
A Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), reúne prefeitos, vice-prefeitos e vereadores no próximo dia 24, na Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), para apoiar a PEC 56/2019 apresentada na Câmara dos Deputados que visa a prorroga por dois anos os atuais mandatos.

Os principais interessados são os prefeitos, muitos sem condições de uma reeleição, seja por que já foram reeleitos ou em decorrência de uma gestão ineficiente, buscam na PEC 56/2019, uma válvula de escape para fugir de um processo eleitoral.
Se aprovada a PEC, os mandatos dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores só terminariam em 1º de janeiro de 2023, junto com os mandatos dos governadores, vice-governadores, deputados federais e deputados estaduais, eleitos em 2018.
Para os deputados a aprovação poderia representar um aumento de despesas, uma vez que, as eleições unificadas forçariam os parlamentares a fechar parcerias com grupos políticos que teriam exigências bem maiores que em uma eleição sem o interesse direto dos candidatos a Federal e Estadual.

O discurso de que a PEC traria economia para os cofres públicos é apenas uma cortina de fumaça, que busca legitimar os gestores e vereadores que querem um benefício e para isso, tentarão articular em cima de um governo federal fragilizado e que até o presente não apresentou nenhum resultado positivo significativo para o país.
É importante lembrar que, também já tramita no Senado, uma PEC que busca unificar as eleições apenas em 2022, onde os eleitos teriam apenas dois anos de mandato.

O senador Roberto Muniz (PP-BA) apresentou uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para instituir um calendário unificado de eleições a partir de 2022. A intenção de Muniz é que a coincidência das eleições para todos os cargos em níveis federal, estadual e municipal ajude na definição e realização de políticas públicas para o País, no barateamento dos custos das campanhas, no fortalecimento dos partidos e até mesmo na aprovação de uma reforma política. A PEC foi apresentada com o apoio de 34 senadores.
Paraiba geral

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA