Márcio Murilo assume presidência do TJPB com compromisso de investir em tecnologia e priorizar o 1º Grau

 
A solenidade ocorreu no Auditório Ariano Suassuna, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). Foram empossados, também, o ouvidor-geral de justiça, desembargador José Aurélio da Cruz, e o diretor da Escola Superior da Magistratura (Esma), desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque.

Ao discorrer sobre os planos voltados para o biênio que se inicia (2019/2020), o presidente empossado falou sobre a Priorização do 1º Grau de jurisdição. “O enxugamento de cargos comissionados do 2º Grau de jurisdição vai gerar uma economia em torno de R$ 14 milhões, nos dois anos, que será repassada ao 1º Grau, para que cada juiz tenha seu assessor e os servidores tenham as condições necessárias para prestar o melhor trabalho ao jurisdicionado”, destacou Márcio Murilo.

O novo gestor também exaltou a necessidade de conciliação com todos os pares, juízes e servidores. “Quero chamar a todos para o engajamento em prol de um corpo de magistrados e servidores pro-ativos, que sirvam à sociedade. Queremos oferecer dignidade aos servidores de todas as regiões. Tentaremos fazer muito com pouco, diante do orçamento, que será restrito”, afirmou.
Sessão solene – Durante a solenidade, foi apresentado um vídeo documentário, produzido pela

Diretoria de Comunicação Institucional, com os feitos realizados pela gestão do desembargador Joás de Brito Pereira Filho, que transmitiu o cargo ao colega desembargador, desejando-lhe sorte em seu novo mister e agradecendo a todos que colaboraram com as atividades nos últimos dois anos.
“Sinto-me, hoje, aliviado por ter cumprido a missão que me foi dada e estar entregando a gestão, com os resultados que obtivemos. Resgatamos a autonomia do Judiciário e isso foi um intento importantíssimo”, ressaltou Joás de Brito.

Em seguida, os membros da Mesa Diretora, assim como os demais empossados, prestaram o compromisso regimental de posse, assinaram os devidos termos e, na sequência, foram saudados pelas autoridades.

A cerimônia também contou com apresentações realizadas pelo Quarteto de Cordas da Orquestra do Alto do Mateus Emsemble, do Programa de Inclusão através da Música e das Artes (Prima); e pela Banda de Música da Polícia Militar da Paraíba, sob a regência do Capitão Alexandre Maracajá.
Presenças – Compareceram à solenidade representantes do Governo do Estado e do Município, Assembléia Legislativa, Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Tribunal Regional do Trabalho 13ª Região, Tribunal de Contas, Forças Armadas, Polícia Federal, Associação Nacional de Desembargadores, Associação dos Magistrados do Brasil e da Paraíba, Ministério Público, Defensoria Pública, entidades religiosas, desembargadores de outros Estados da Federação, amigos e familiares dos empossados.


PBHOJE

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA