Pleno do TJPB mantém afastamento do prefeito Dinaldinho de PATOS

Através do Diário da Justiça, publicado na última terça-feira, dia 29 de janeiro de 2019, o pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ/PB) aprovou, por unanimidade, a manutenção do afastamento do cargo de prefeito para Dinaldinho Wanderley (PSDB).


A decisão se debruçou sobre um recurso interno que tramitava dentro do TJ/PB e que havia sido foi movido pelos advogados do prefeito afastado Dinaldinho Wanderley. O Desembargador Carlos Martins Beltrão Filho está como relator.


Os desembargadores Márcio Murilo da Cunha Ramos e Maria de Fátima Moraes Bezerra Cavalcante se averbaram como suspeito para julgamento. Desta forma, os demais aprovaram a continuidade do afastamento de Dinaldinho do cargo de chefe do poder executivo patoense.


A ação que provocou o afastamento do prefeito Dinaldinho foi impetrada pelo Ministério Público Estadual (MPE). Pesam nas acusações o desvio de verbas públicas, corrupção passiva, fraude à licitação, organização criminosa e lavagem de dinheiro.  


Nos últimos dias, o boato sobre o retorno de Dinaldinho Wanderley ao cargo de prefeito estava nas rodas de conversas na cidade de Patos. Alguns relatavam que neste mês de fevereiro, até o dia 15, o prefeito afastado estaria no cargo. Com a decisão deste dia 29 de janeiro, a esperança vai ficando mais frágil.


 

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA