Prefeito afastado de Patos executa plano "B" e assume o Mais Médicos

 
Enquanto correm às investigações, tanto do Ministério Público Estadual da Paraíba (MPPB) e da Câmara Municipal de Patos, o prefeito afastado de Patos, Dinaldinho Wanderley, anda meio sumido da Morada do Sol. Mas ele já está se ‘mexendo’ e colocando em prática o plano B em sua vida, porque está exercendo sua função de médico, em uma cidade do Alto Sertão da Paraíba, Pombal, que fica a 72 km de Patos, e pouco mais de 370 km da capital, João Pessoa.

Relembre o caso 

O prefeito da cidade de Patos-PB, Dinaldo Medeiros Wanderley Filho (PSDB), foi afastado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), em 14 de agosto de 2018. Contudo, Dinaldinho, como é mais conhecido, começou a trabalhar como médico na cidade de Pombal-PB, pois ele se escreveu no programa MAIS MÉDICOS, do Governo Federal. O tucano assumiu esta semana o Mais Médicos (criado pelo governo do PT), em Pombal, onde foi recebido pelo colega de profissão e também prefeito, Veríssimo Lacerda (MDB).

Recentemente, a coisa se complicou para Dinaldinho, no que tange a sua possível volta à prefeitura de Patos, haja vista que no fim de novembro saiu uma decisão do Desembargador Leandro dos Santos, em consonância com o relator Desembargador Carlos Martins Beltrão Filho, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ/PB), o prefeito já afastado da cidade de Patos, Dinaldinho Wanderley (PSDB), deve permanecer sem voltar à cadeira de gestor do município por mais 180 dias. Até mesmo seus admiradores não acreditam mais em sua volta ao Palácio  Clovis Sátyro, sede do Poder Executivo de Patos. Por isso, Dinaldinho  ativou o plano B, que é trabalhar como médico. Segundo consta, ele é um bom profissional.  

 Heron CID

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA