Câmara decide investigar Bonifácio Rocha e Dinaldinho por supostas irregularidades na prefeitura de Patos


A Câmara Municipal de Patos aceitou nesta quinta-feira (29) a denúncia contra o prefeito afastado de Patos, Dinaldo Filho, e seu vice Bonifácio Rocha, atual prefeito interino por supostas irregularidades contra administração pública.


A denúncia foi lida e votada pelos parlamentares esta noite durante sessão ordinária no plenário da Casa Legislativa.


O placar foi de 8 votos a favor pelo recebimento do processo e 7 contra. Uma abstenção foi registrada.


Quem votou a contra a favor da abertura do processo investigativo. Veja


A favor da abertura:

Lucinha Peixoto

Ivanes Lacerda

Fátima Bocão

Gordo da Sucata

Dito

Goia

Tide Eduardo

Ramon Pantera


Contra a abertura da investigação:

Edivar Cambirota

Paulinho Lacerda

Capitão Hugo

Suélio Caetano

Toinho Nascimento

Ferré Maxixe

Diogo Medeiros


A vereadora Nadir Rodrigues se absteve

A partir, de agora, a Câmara formará uma comissão para iniciar os trabalhos de análise da denúncia e notificará os citados no caso para apresentação de defesa.


Nesta quinta-feira (29), o advogado e ex procurador do Município de Patos, Dr. Claudinor Lúcio, deu entrada na Câmara Municipal dos Vereadores pedindo uma investigação do prefeito afastado Dinaldinho Wanderley (PSDB) e do vice-prefeito e atual interino Bonifácio Rocha (PPS).


De acordo com o advogado, o prefeito afastado e o interino cometeram crimes de improbidade administrativa, crime de responsabilidade e crime político-administrativo. Claudinor se baseia na ação do Ministério Público Estadual (MPE) que desencadeou a Operação Cidade Luz, a qual gerou o afastamento do prefeito Dinaldinho Wanderley. A utilização do carro locado pela prefeitura pela 1ª dama também entrou na fundamentação.

Patos Online

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA