Gás de cozinha sofre novo reajuste de 4.4%



A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (4) aumento de 4,4% no preço médio do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) de uso residencial, embalado em botijões de até 13 kg, o chamado gás de cozinha. A alta é sobre o preço cobrado nas refinarias e vale a partir de quinta-feira (5).

Com isso, o preço do botijão nas refinarias, sem impostos, passa de R$ 22,13 para R$ 23,10, informou a petroleira no site. As revisões feitas pela Petrobras podem ou não refletir no preço do consumidor, que incorpora impostos e repasses de distribuidores e revendedores. Em junho, o preço médio cobrado aos consumidores pelo botijão foi de R$ 68,77.

Dólar – Os reajustes do gás de cozinha passaram a ser trimestrais a partir de janeiro de 2018. A petroleira destacou que a alta do dólar, somada ao avanço dos preços das cotações internacionais do GLP poderiam ter levado a um aumento ainda maior dos preços neste mês.

“Esse impacto foi diluído pela combinação entre o período de nove meses usado como base para o cálculo do preço, além do mecanismo de compensação que permitirá que eventuais diferenças entre os os preços praticados ao longo do ano e o preço internacional sejam ajustadas ao longo do ano seguinte”, disse a Petrobras.

Redação PB Debate com Reuters

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA