Ricardo suspende contratação de 500 policiais em função do Duodécimo do TJPB


O governador Ricardo Coutinho anunciou, nesta segunda-feira (21), que irá suspender a contratação dos 500 policiais que serão aprovados no concurso da Polícia Militar e obras nas áreas de segurança hídrica e a abertura do Hospital de Cacimba de Dentro. O governador, porém, garantiu que o processo de seleção está mantido.

A medida, segundo o gestor, será necessária para que o Estado possa repassar R$ 2 milhões a mais do duodécimo para o Tribunal de Justiça da Paraíba, atendendo uma determinação do Supremo Tribunal Federal.

“Essa decisão impõe ao Estado – caso não seja revertida – algumas medidas emergenciais, que infelizmente impactam a vida das pessoas. Permanecendo esta decisão, o Governo do Estado não pode manter a contratação dos 500 policiais que serão aprovados no concurso da Polícia Militar”, disse.

Coutinho informou ainda que suspenderá a abertura do Hospital de Cacimba de Dentro. As cirurgias cardíacas no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires também correm riscos de não serem realizadas.

O governador pontuou ainda algumas obras hídricas, como a adutora de Catolé do Rocha e o sistema adutor Nova Camará, que podem sofrer atrasos.

MaisPB

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA