Após audiência pública caso do Sabugy poderá ser decidido na Justiça



Durante uma audiência pública realizada na Câmara Municipal de Santa Luzia na noite desta sexta feira(2) para debater sobre o direito de posse e propiedade do Estádio de futebol O Machadão, o debate terminou sem entendimento comum por parte da prefeitura de Santa Luzia.

Os vereadores inscritos que se fizeram presentes a audiência, declararam apoio ao Sabugy futebol Clube , a chefe do cartório e herdeira do terreno deixado por seu pai Jovino Machado, dona Maria Dalva, em seu pronunciamento foi a favor que o terreno fosse passado para a entidade esportiva, os membros e diretor do Conselho Deliberativo Nadinaldo Dantas( neném da pipoca) e Bivar Duda também foram favor da causa.

O único participante contrário à decisão, foi o prefeito Zezé, que afirmou em suas palavras que prefere que o caso seja decidido na Justiça, para o prefeito, a direção do sabugy não possui capacidade para administrar a parte estrutural e física do estádio com recursos próprios .

Ao mesmo tempo o prefeito pediu que ninguém saísse da audiência afirmando que ele era contra o Sabugi, o prefeito disse que não só o Sabugy, mas também tantos outros times de Santa Luzia devem ter o mesmos direito de utilizar do espaço. e que o estádio não deve ser uso exclusivo do Sabugy.

Para Zezé, o estádio deve ser entregue mediante posse, após decisão judicial, impetrada pela a prefeitura, por acreditar ser uma forma legal e legítima, segundo ele, em outra oportunidade o Sabugy deu entrada em 2005 no processo de Usucapião para adiquirir posse do terreno e foi negado.

O diretor do Sabugi Malaquias Filho juntamente com assessor jurídico Dr. Raimundo Nóbrega, afirmaram que não concordam com o posicionamento do prefeito e irão recorrer da decisão.

A chefe do cartório e herdeira da ação afirmou que o terreno tem escritura e que a forma legal de se transferir para o Sabugy futebol clube é por meio de Usucapião. Ela disse que como herdeira, irá fazer a vontade de seu pai, que quando era vivo, determinou que o terreno fosse da entidade esportiva.

O estádio passou por várias manutenções e reformas em outras gestões municipais realizou algumas parcerias com o público e privado.

Na audiência compareceram os vereadores Petrônio Rocha autor e Neto da Barra autores da matéria, Daniel, Milton Lino, Milton Lino Thiago Augusto, Félix Júnior, e o presidente Hemerson Medeiros.
O poder executivo foi representado pelo o prefeito José Alexandre, Zezé e o vice prefeito Chicão, além do secretário de infra estrutura Cesar Lira, o chefe de gabinete Valdomiro Lima.

O Sabugy futebol clube foi representado pelo o presidente do Conselho Nadinaldo Dantas, o diretor presidente do Sabugy Malaquias Filho e o.membro do Conselho Bivar Duda.



0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA