Candidato recebe prova rasurada durante concurso para professor na Paraíba



Um candidato do concurso para professor da rede estadual da Paraíba afirmou que recebeu uma prova rasurada quando foi fazer a prova, neste domingo (3). O agricultor Odair José da Silva disse que registrou a denúncia junto aos fiscais de prova e à coordenadora e ainda fez um Boletim de Ocorrência da Central de Polícia, em João Pessoa.

Odair fez prova no turno da tarde, para o cargo de professor de biologia, em Mamanguape. Ele explicou que os fiscais mostraram os envelopes com as provas e ainda chamaram três candidatos para conferir se os envelopes estavam mesmo lacrados. Mesmo assim, uma das páginas de sua prova veio com anotações em caneta azul.

O G1 tentou falar com a organizadora, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), e com a “De imediato, chamei os dois fiscais. Eles olharam, chamaram, a coordenadora. Ela perguntou se eu queria trocar de prova. Mas como eu ia trocar? Eu decidi ficar com a prova, para fazer um relatório sobre o acontecimento. Fiquei até o fim, procurei a coordenação, mas não fizeram nada. Eu trouxe a prova e fui fazer o BO”, explicou o candidato. Secretaria de Administração da Paraíba, mas não teve retorno.

“Eu quis analisar para ver se a rasura tinha referências às questões da folha, mas era algo sobre máquinas. Eu me senti prejudicado. Alguém teve acesso antes a esse envelope que veio para a minha sala”, disse.

G1 .com

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA