Perícia confirma que condutor do SAMU foi assasinado


O motorista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encontrado morto na manhã desta segunda-feira (20), nas proximidades de Engenho Velho, em João Pessoa, foi assassinado.
A priori, a informação era de que o motorista morreu ao capotar o veículo que dirigia, um Corolla, em uma estrada de terra. O corpo estava fora do carro dando a entender que ele teria sido arremessado.

Porém ao realizar a perícia, a polícia encontrou marcas de ao menos dois ferimentos feitos a bala no corpo do condutor, o que leva a crer que ele pode ter sido assassinado.
A família contou que o homem saiu no domingo para uma vaquejada e que não voltou para casa, porém que não sentiram falta dele, pois morava sozinho e todos achavam que ele estaria dormindo, por ter chegado tarde da festa. Eles ficaram sabendo do ocorrido através da reportagem da TV Arapuan.

As informações ainda são poucas, ninguém sabe o que houve, se a vítima estava com alguém, se houve perseguição e execução ou se ele foi assaltado. 
O local do crime é ermo e sem câmeras de segurança. O perito disse que o corpo já estava em estado de rigidez e que o crime aconteceu na madrugada. Pelo estado do corpo, o perito acredita que o homem estava morto há pelo menos 6h.
paraiba.com.br

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA