Servidores da Saúde de Santa Luzia se reúnem com vereadores e ameaçam entrar greve

 
 
Os profissionais, concursados, de Saúde de Santa Luzia reuniram-se na tarde desta terça-feira, 29, com os vereadores da bancada de oposição da Câmara de Vereadores da cidade.

Segundo os profissionais a secretaria de Saúde local está cobrando muito os deveres dos profissionais da área, mas deixando de atender certos direitos.

Outra reclamação, discutida na reunião, falta de auxiliares nos postos de atendimentos, recepcionistas, auxiliar de serviços.

Também reclamaram do atendimento dados aos servidores, falta de diálogo, comunicação por parte da gestão municipal. “Nesta segunda o prefeito nos recebeu no meio da prefeitura, disse que estava ocupado e não poderia nos recepcionar”, disse um servidor na reunião.

A prefeitura da cidade cortou a folga dos servidores, segundo relato dos mesmos, e deverá em breve cortar as gratificações, e se isso acontecer, de fato, deverá ser deflagrado greve na área, uma vez que muitos não terão como se manter na cidade sem os recursos adicionais.

“O prefeito disse que quem estiver insatisfeito peça demissão, pois a folha está alta e ele quer enxugar a mesma”, disse um dos profissionais presente na reunião.

Mais de 20 servidores, entre técnicos, enfermeiras e enfermeiros, odontólogas, entre outros, participaram da reunião.

Os vereadores presentes, Hemerson Medeiros, Rodrigo Morais, Petrônio Nóbrega, Bayta Alves, conversaram os servidores, acataram sugestões e deverão encaminhar as demandas ao Ministério Público da cidade para as devidas providências.


O primeiro passo, segundo ficou acertado na reunião, é pedir um TAC, Termo de Ajustamento de Conduta, para que seja criado o PCCR da categoria, em no máximo 60 dias, para outros encaminhamentos. 

 Blog do Magella

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA