Conta de energia elétrica fica 14,55% mais cara a partir do dia 28 na Paraíba


A conta da energia elétrica vai ficar 14,55%, em média, mais cara a partir do dia 28 deste mês para os consumidores paraibanos. O valor  para o  residencial autorizado pela Aneel ficou em torno de 13,94%. Já para o segmento empresarial ou de alta tensão preço é superior: 16,38%.
Os principais motivos para a correção da tarifa neste 4º ciclo da Revisão Periódica da Energisa Paraíba são a aquisição de energia e o pagamento de indenizações às transmissoras como determinado pelo governo federal. Os dois itens compõem a PARCELA A, que são os custos não gerenciáveis pela distribuidora, e correspondem a 10,3%, ou seja 70% do índice autorizado pela Aneel.

 A ilustração abaixo apresenta a divisão da fatura de energia elétrica em cada um dos itens que compõem a cadeia do setor, considerando a receita da concessionária acrescida dos impostos e tributos (ICMS, PIS/COFINS). A tarifa final do consumidor da Energisa Paraíba contém 39,02% de encargos e impostos.

A parte que cabe à distribuidora de energia representa apenas 26,39% da composição da tarifa. É com essa parcela que empresa distribui energia a todos os clientes, paga e capacita  funcionários, mantém e amplia a rede e os sistemas elétricos, além de investir na modernização e melhoria crescente da qualidade dos serviços prestados. Nos últimos quatro anos, a Energisa Paraíba investiu cerca de R$ 600 milhões em obras e manutenção do sistema elétrico. Foram construídas três subestações, ampliadas outras sete, além da construção de 84 km de linhas de distribuição de alta tensão.
A Revisão Tarifária Periódica é um processo regulado pela Aneel, prevista no contrato de concessão da empresa que apresenta regras bem definidas a respeito das contas de luz, assim como a metodologia de cálculo dos processos tarifários. Pela norma, o valor da tarifa é reajustado anualmente – o chamado Reajuste Tarifário Anual – e a cada quatro anos, no processo de Revisão Tarifária Periódica.

A Energisa Paraíba é responsável pela distribuição de energia a 216 municípios do estado, totalizando 1,39 milhão de unidades. Em 2017, a empresa foi considerada a melhor empresa de distribuidora de energia do Brasil pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). A pesquisa apura também a satisfação dos mais de 4 milhões de paraibanos sobre o serviço prestado e, na opinião de 83,8% de seus clientes, a empresa presta um excelente serviço de distribuição de energia (Índice Satisfação da Qualidade Percebida – ISQP).

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA