Deputados se dividem sobre coordenação de bancada em Brasília



De um lado, o deputado Efraim Filho (DEM) defende a legitimidade de rodízio na coordenação da bancada paraibana no Congresso Nacional. De outro, o deputado Rômulo Gouveia trabalha pela permanência de Benjamin Maranhão (SD) na liderança do grupo. A posição dos dois deputados mostra que a disputa pela coordenação da bancada em Brasília já está posta e caberá a maioria reconduzir Benjamin ou dar uma chance para que Wilson Filho (PDT) retorne a função.
Rômulo afirma que ambos conduziram bem a bancada, mas vai trabalhar para que Benjamin permaneça pelo menos até o final do ano e que Wilson assuma em 2018. Rômulo argumenta que Wilson foi líder por três anos e que Benjamin está à frente da bancada há apenas um ano. “A gente vai fazer um acordo. Eu já conversei até com alguns deputados e a ideia é fazer um acordo para Benjamim terminar o ano, já que estamos em abril, e para o ano Wilson assume”, disse.
Efraim afirmou que a bancada deve se reunir para discutir o assunto e defende que é legítimo que qualquer parlamentar queira disputar a coordenação da bancada. “Vamos ver os nomes apresentados para decidir […] O rodízio é legítimo de acontecer e depende de uma adesão majoritária da bancada”, disse. Segundo Efraim, todos os últimos coordenadores têm cumprido bem o seu papel. Ele destacou que o trabalho da bancada federal tem gerado mais recursos para o Estado.
Wilson Filho negou que esteja recolhendo assinaturas dos colegas, mas revelou que foi procurado por alguns de seus pares para assumir ainda este ano coordenação da bancada paraibana no Congresso. Nos bastidores, deputados reclamam da atuação do atual coordenador, Benjamin Maranhão.
Blog do Gordinho

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA