PRF apreende mais de 50 motocicletas irregulares


A operação recolheu mais de 50 veículos irregulares entre motocicletas, motonetas e ciclomotores em apenas três dias de fiscalização.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou da última sexta-feira até a noite deste domingo a Operação Duas Rodas na BR-230. As abordagens aconteceram nos municípios de Patos, Santa Luzia, Condado, Malta e Santa Terezinha e priorizou a fiscalização de motocicletas e ciclomotores. Durante toda a ação, mais de 100 veículos foram fiscalizados e 227 autos de infração foram emitidos.

A ação faz parte do calendário anual de operações da PRF e tem como objetivo retirar de circulação os condutores imprudentes como também intensificar a fiscalização de veículo duas rodas por conta do Período Carnavalesco que acontecerá no final do mês de Fevereiro de 2017.



A imagem pode conter: 2 pessoas, motocicleta e atividades ao ar livreAs estatísticas de acidentes envolvendo esse tipo de veículo causam preocupação devido ao grau de letalidade. Em 2016 mais de 44% dos óbitos registrados nas rodovias federais que cortam a Paraíba foram decorrentes de acidentes envolvendo veículos de duas rodas. As estatísticas mostram também que 38,5% % dos acidentes registrados no ano passado, pelo menos um veículo envolvido era motocicleta ou ciclomotor. Além disso, nos acidentes em que esse tipo de veículo se envolve, 60,3% dos feridos são considerados graves.



Em apenas três dias de trabalho diversas irregularidades foram verificadas e 227 autos de infrações foram extraídos. A maioria por condutor dirigir inabilitado e a falta do uso de capacete. Além disso, foram feitos 71 testes de bafômetro, onde 13 condutores acabaram autuados; sendo três presos. 56 veículos foram recolhidos ao pátio da PRF por apresentar alguma irregularidade; destes, 52 eram duas rodas.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, motocicleta e atividades ao ar livre
Os trabalhos de fiscalização à veículos duas rodas estão tornando-se parte indispensável no planejamento das ações de operações da PRF. O chefe da Seção de Policiamento e Fiscalização da PRF na Paraíba, Eduardo Guimarães, afirma o porquê desta necessidade. “As estatísticas revelam uma realidade cada vez mais cruel, onde pessoas, na maioria de jovens, perdem a vida no trânsito por negligenciarem as regras mais elementares de circulação e segurança. E este público compõe justamente os usuários de veículos duas rodas”, pontuou o Guimarães. Ele disse ainda que é por conta desta realidade que operações como estas continuarão a acontecer em vários pontos da Paraíba ao longo do ano

ASCOM PRF

Por favor, compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Wats app
  • More...

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta

Scroll to top