2018: Articulações podem foratalecer ainda mais Ricardo Coutinho com seus aliados



A praticamente dois anos das eleições estaduais, a conjectura política na Paraíba continua dominando o cenário para o próximo pleito. Um dos assuntos mais questionados é a possibilidade ou não do governador Ricardo Coutinho (PSB) se afastar do mandato.

Com um ala defendendo a permanência e outra apoiando a candidatura ao Senado, Coutinho vive em um verdadeiro dilema.

O líder do Governo na Assembleia Legisaltiva da Paraíba, Hervázio Bezerra (PSB), em entrevista nesta quarta-feira (22) confirmou que o chefe do executivo está indeciso sobre o assunto.

“Nós estamos a praticamente dois anos para que nós venhamos tomar essa decisão. Ele tem hoje hipóteses que vai ter que avaliar. Uma decisão ou outra é importante para nosso agrupamento. Se ele permanecer ele vai comandar a eleição sentado na cadeira do governador, mostrando o seu trabalho, o quanto a Paraíba cresceu e desenvolveu. Se ele se afastar para ser candidato ao Senado ele vai ser um fortíssimo candidato, e vai dar força e musculatura a uma chapa montada por nosso grupo político. Mas cabe a ele avaliar e decidir. A decisão é de cunha pessoal. Alguns companheiros defendem as duas correntes, mas o que posso afirmar é que não há ainda uma decisão do governador”, disse.

Ricardo já disse que só se afastará se tiver a garantia de que o projeto será mantido, caso contrário permanecerá no cargo até dezembro de 2018. E é essa permanência que pode mexer no cenário e trazer à tona um velho aliado à cena política – trata-se do ex-senador Efraim Morais (DEM).

“A meta é fazer a Paraíba andar, caminhar adiante e fazer cada vez mais. Se para isso for necessário que eu fique, eu vou ficar. Mas se esse coletivo que me acompanha achar que é melhor que eu dispute alguma coisa, eu disputo”, declarou  o governador.

Com o DEM em alta, após emplacar a presidência da Câmara dos Deputados, e com o deputado Efraim Filho (DEM) liderando a bancada e se destacando em âmbito nacional, é o nome de ex-senador Efraim Morais que surge como opção para suprir uma lacuna quer por ventura venha a surgir na chapa majoritária.

Aliado de primeira hora do Governo, Efraim já deu provas de sua fidelidade. Abandonou o grupo de Cássio Cunha Lima (PSDB) para permanecer ao lado de Ricardo e desde então empresta seus conhecimentos para ajudar na administração estadual. Engenheiro Civil por formação,

Efraim já atuou na área e também foi professor. Exerceu por duas vezes o mandato de deputado estadual e por três o mandato de deputado federal e depois foi eleito Senador da República, chegando ao posto de 1º Secretário da Mesa. Está sem mandato desde 2011, mas continua atuando nos bastidores e nos pequenos municípios da Paraíba, que é de onde vem a maior parte de sua militância.

O ex-parlamentar ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas para o deputado estadual Raoni Mendes, a presença de Efraim Morais (DEM) na majoritária é uma  opção que pode se tornar realidade, sem que seja necessária uma lacuna deixada pelo governador. Ele inclusive foi mais além e chegou a lançar o que classificou de "a chapa dos sonhos".

“Uma coisa independe da outra. Como são duas vagas, tenho certeza que Efraim Morais é uma excelente opção para qualquer das vagas. A chapa dos sonhos, na minha opinião, seria Efraim e Ricardo para o Senado, com Gervásio encabeçando a disputa para o Governo do Estado”, ressaltou.


PB AGORA 

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA