Rodolpho fica em silêncio na frente do delegado e sai da Central de Polícia escoltado



 MUDO: Acusado de atropelar e matar agente de trânsito do Detran-PB se apresenta à Polícia, mas diz que só irá falar em Juízo
Acompanhado por vários seguranças particulares e advogados, o empresário Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva s, e apresentou na manhã desta terça-feira (24), na Central de Polícia do Estado da Paraíba, localizada no bairro do Geisel, João Pessoa. Rodolpho é acusado de atropelar e matar o agente de trânsito do Detran-PB, Diogo Nascimento, fato ocorrido na madrugada de sábado (21), durante uma blitz da Lei Seca, no bairro do Bessa, na Capital da Paraíba.

Na chegada à Central de Polícia, Rodolpho foi saldado por populares aos gritos de "assassino e monstro".

Durante o depoimento Rodolpho Carlos da Silva ficou em silêncio, e, segundo seus advogados, só falará em juízo. Agentes da polícia civil que estavam fazendo a escolta do empresário disseram que o mesmo demonstrava frieza a tudo que estava acontecendo nos arredores da Central de Polícia.

A saída foi tumultuada, pois amigos e familiares tentaram agredir o suspeito e tiveram que ser contidos pela polícia.

Amigos e familiares da vítima estivaram no local e tentaram furar o bloqueio, formado por policiais e seguranças, para agredir o suspeito, que ainda chegou a ser empurrado.

O superintendente da Polícia Civil, Marcos Paulo, falou em entrevista que para a polícia não existe dúvidas de que ele estava dirigindo o veículo que atropelou o agente de trânsito.

paraibanet

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA