Corpo do ator Domingos Montagner é encontrado proximo a usina de Xingó



O ator Domingos Montagner, que interpreta Santo em "Velho Chico", morreu aos 54 anos nesta quinta-feira (15), informou a TV Globo. O ator estava desaparecido após um mergulho no rio São Francisco desde 14h30 desta tarde. As equipes encontraram o corpo do ator preso nas pedras a trinta metros de profundidade, perto da Usina de Xingó. Segundo informações da emissora, ele gravou cenas da novela pela manhã e em seguida entrou no rio localizado na cidade de Canindé de São Franscisco, no Sergipe.
Em comunicado oficial, a Globo informou que a atriz Camila Pitanga estava no local e, ao notar que o colega não retornava, avisou a produção, que iniciou imediatamente as buscas pelo ator. O resgate contou com uma força-tarefa composta por Helicópteros do Grupamento Tático Aéreo, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e pescadores da região.

Domingos Montagner nasceu em São Paulo em 26 de fevereiro de 1962. Sua carreira artista começou em 1980, no circo, na companhia de teatro La Mínima.
O ator só foi para a TV em 2008, quando participou do seriado "Mothern", do GNT. Ele trabalhou em produções como "Força Tarefa" e "Divã" antes de estrear nas novelas em 2011, com "Cordel Encantado".
Desde então, ele trabalhou em várias novelas da Globo, como "Salve Jorge", "Joia Rara" e "Sete Vidas". Ele estava reservado para "O Que nos Une", novela de Lícia Manzo prevista para 2017.

Considerado um galã das novelas, o ator dizia que o rótulo podia ser traiçoeiro. "Isso não muda muito, pode ser uma armadilha. Não me incomoda mas também não altera em nada. Mas pode reduzir a possibilidade de trabalhar o personagem. Os rótulos reduzem. Sou palhaço também, é uma antítese", disse ao UOL em 2015.
Nos cinemas, Montagner estreou em 2009, com o filme "Paredes Nuas". Recentemente, ele pôde ser visto em "Um Namorado da Minha Mulher", com Ingrid Guimarães. Ele estava no elenco do filme "O Rei das Manhãs", que deve estrear no próximo ano.
O ator deixa a mulher, Luciana Lima, e os filhos Leo, Antonio e Dante.

uol noticias

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA