PT apresenta pré candidatos , proíbe aliança e tenta reunificação


O PT realizou no sábado um encontro regional para apresentação das pré-candidaturas a prefeito e vereadores da região das Espinharas. Entre os anunciados está Lenildo Morais, pré-candidato a prefeito de Patos.
No encontro, foi decidido que serão priorizadas candidaturas que resgatem a história de luta e de conquistas sociais, marca do PT. Além disso, serão proibidas alianças com partidos que apoiam o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.
Possíveis alianças com o PMDB, no entanto, serão analisadas isoladamente.
De acordo com a presidente estadual do PT, Giucélia Figueiredo, o processo eleitoral deste ano será disputado pelos petistas de cabeça erguida. “Vamos reunificar o conjunto partidário e botar a nossa militância em ação para que possamos sair de todo esse processo de crise fortalecidos”, ressaltou.
A prefeita de Pombal, Pollyana Dutra, disse que, no município que administra, 60 % da população avaliam positivamente o governo da presidente Dilma Rousseff. “A população de Pombal está blindada  a todo esse bombardeamento feito pela grande mídia para impor o golpe”. Na opinião da prefeita petista, que está no segundo mandato, o município tem aprovado o modo petista de governar, com  ações voltadas principalmente à melhoria do atendimento à saúde e educação.

Alianças
A decisão de não aceitar alianças com partidos favoráveis ao impeachmente foi tomada pelos diretórios Estadual e Nacional do PT, através de resolução,  e foi repassada aos pré-candidatos durante o encontro regional em Patos.
Estão proibidas alianças com o PSDB, DEM, PPS e Solidariedade. Com isso, nenhum com candidatos da majoritária do PT poderão subir em palanques  desses partidos. Em relação ao PMDB, as alianças precisarão passar pela análise da direção estadual do PT para poder ser aceita.
A determinação é formar a ‘Frente Brasil Popular’, com partidos que tenham afinidade com os conteúdos programáticos idealizados e praticados pelo Partido dos Trabalhadores aqui na Paraíba, como PSB, PC do B e PDT.
MaisPB

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA