Pequenas Cerâmicas podem fechar caso os fornos contínuos não forem construídos


O vereador Baita solicitou através de requerimento ao Diretor Geral da SUDEMA Dr. João Vicente pedindo a ampliação do prazo por mais dois anos, para construção de Fornos Contínuos, para as Cerâmicas do Município de Santa Luzia-PB.
Segundo o vereador os pequenos ceramistas estão sendo multados, por não atender as exigências para a construção dos fornos contínuos, devido o alto custo e a mão de obra, os pequenos empreendedores procuraram o vereador, pois o prazo final encerra em setembro, do contrário, caso o forno não for construído, mais de 60 pessoas ficarão desempregados, e as pequenas cerâmicas serão fechadas.
Pequenas Cerâmicas podem fechar caso os fornos contínuos não forem construídos

O Custo em média para a construção de um forno de pequeno porte é de 500mil reais, algo inviável para os donos de cerâmica no município.

O vereador Jackson disse que uma das cerâmicas de Santa Luzia,  pertencente a seu irmão Dedé Jaime, abriu falência um dos motivos foi este, Jackson pediu que todos os vereadores subscrevessem a matéria para que o pedido possa ganhar mais sensibilidade a classe trabalhadora. Baita pediu que o diretor geral da Sudema se manifeste positivamente com a situação econômica local e amplie o prazo para dois anos para não aumentar o número de desempregados diante de uma das principais atividades econômicas de Santa Luzia.

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA