Na quebra de braço das eleiçõe seis parrtidos devem concorrer a prefeitura de João Pessoa


Na corrida para consolidar a candidatura própria em João Pessoa, os partidos já articulam as coligações necessárias para que possam firmar a participação na disputa eleitoral deste ano. As maiores legendas já anunciaram pré-candidaturas e, nos bastidores, investem na busca de apoio entre si para viabilizar o pleito e garantir votos. Os partidos que pretendem concorrer uma vaga na Prefeitura Municipal da Capital são o PSB, PSDB, PMDB, PT, PTB e o PSD com a reeleição de Luciano Cartaxo.

Os grandes partidos conversam em busca de coligações e estimulam adivinhações sobre os possíveis arranjos eleitorais. O PMDB, por exemplo, tem sido a legenda mais desejada por alguns partidos, pois costuma definir o resultado das eleições, como aconteceu em 2014 com a vitória do governador Ricardo Coutinho (PSB). A parceria foi decisiva para que o PSB ultrapassasse o PSDB no número de votos no segundo turno das eleições. Uma ala do partido continua apoiando Ricardo e já declarou apoio à candidatura do PSB novamente, que este ano tem o nome do secretário de Infraestrutura João Azevedo.

Por outro lado, as Executivas Municipal e Estadual afirmam que não vão ceder e que a candidatura própria já é ideia lançada e consolidada. Manoel Junior, pré-candidato a prefeito de João Pessoa pelo PMDB, admitiu a possibilidade de aliança com o PSDB já no primeiro turno e lembrou que os dois partidos estão no mesmo campo da oposição. O deputado declarou que os representantes das duas legendas têm mantido diálogo. Ele chegou, inclusive, a cogitar uma chapa formada com nomes dos dois partidos.
O líder do PMDB na Paraíba, José Maranhão, ressaltou que o apoio de qualquer partido a Manoel Junior será bem-vindo. Porém, descarta a possibilidade de desistir da candidatura da sigla. Apesar de desejado pelo PSB, também há especulações de coligação com o PSD de Luciano Cartaxo.
Fonte: Correio da Paraíba

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA