Em uma semana, Salão de Artesanato vende 11 mil peças e lucra R$ 200 mil

e092461e150142ebc329Em uma semana de funcionamento, a  22ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba, em Campina Grande, já comercializou aproximadamente R$ 200 mil em produtos, com mais de 11 mil peças vendidas nos primeiros dias. O levantamento foi divulgado na segunda-feira (15) pelo Programa de Artesanato da Paraíba (PAP). Com o tema “Mãos que trabalham nossa cultura”, o local já recebeu milhares de visitantes entre, moradores da cidade, estado, e turistas de várias partes do Brasil, além de estrangeiros da França, Holanda, Inglaterra, África do Sul e Portugal.

Segundo a organização do evento, os produtos que mais estão sendo vendidos são os da tipologia de artesanato com fios, seguido de habilidades manuais, madeira, couro, gastronomia e cerâmica. “Cada visitante tem uma percepção diferente do Salão e estão adorando, pois diariamente ouço elogios devidos os produtos dos artesãos e a organização. Todos os dias a visitação tem sido intensa com o auxílio de tradutores e já tem gente na fila esperando mesmo antes de abrirmos as portas”, frisou a gestora do PAP, Lu Maia.
 
O Salão de Artesanato da Paraíba acontece até o dia 30 de junho abrangendo todas as tipologias do artesanato: fios, madeira, algodão colorido, fibra, cerâmica, couro, tecelagem, brinquedo, pedra, metal, osso, artesanato indígena, cordel, xilogravura, habilidades manuais e ainda conta com um espaço voltado à gastronomia regional. São 400 artesãos de 62 municípios paraibanos, distribuídos em uma área de 2.900 metros quadrados, localizada na avenida Brasília, no bairro de José Pinheiro. O salão funciona diariamente das 15h às 22h.
 
Jornal da Paraíba

0 comentários

COMENTÁRIOS AGORA